Zé Maria, do primeiro golo europeu do Porto à transferência para o Benfica


O FC Porto reeditou com o Athletic Bilbao o seu primeiro duelo em competições europeias. Em 1956 os dragões perderam por 2-1 com os bascos nas Antas no jogo de estreia em provas da UEFA. 

O golo dos azuis e brancos foi apontado por Zé Maria, um avançado nascido e criado em Gaia e que passou oito temporadas de dragão ao peito. Nesse período apontou cerca de oito dezenas de golos.

Apesar de ter sido o primeiro portista a marcar nas competições europeias,  o avançado foi também um dos pioneiros a trocar o azul e branco pelas cores do maior rival, o Benfica. Foi o segundo atleta da história a fazê-lo.

Após as oito temporadas nas Antas, em que ajudou a equipa a fazer uma dobradinha em 1956, José Maria ingressou no clube da Luz em 1957. Mas nunca chegaria a ganhar espaço no plantel encarnado, saindo de Lisboa para Braga. Acabaria a carreira na cidade dos arcebispos.

Apesar da ousadia de ter trocado o Porto pelo rival da Luz, o antigo avançado assume-se como um portista de gema. Aos 84 anos, Zé Maria é frequentador assíduo do Estádio do Dragão e recordou numa entrevista ao www.fcporto.pt como foi marcado aquele golo contra o Bilbao em 1956. E sabe que o cabeceamento certeiro frente aos bascos é um daqueles feitos que ficarão para a posteridade: "Daqui a 500 anos, quando forem ver a história, vai lá estar que o primeiro golo foi meu."

Share on Google Plus

0 comentários:

Com tecnologia do Blogger.