Os trunfos de Nuno Espírito Santo no Mestalla


Chegou, viu e venceu cinco das primeiras sete jornadas da La Liga. Nuno Espírito Santo foi considerado o melhor treinador do mês de Setembro do campeonato espanhol. O treinador que enquanto jogador trabalhou com técnicos como Mourinho, Carlos Alberto Silva, John Toshak, é mesmo considerado como uma das revelações da Liga Espanhola

Nuno, que conseguiu levar o Rio Ave a duas finais, tem à sua disposição uma armada que já passou pelos relvados nacionais. Nomes como Otamendi, André Gomes, Ruben Vezo e Rodrigo têm sido essenciais para o arranque de sonho da equipa que terminou a Liga em oitavo na época passada. Apenas o Valência de Rafa Benítez e Aimar, em 2003/2004, e o Valência de Unai Emery e David Villa, em 2008/2009, conseguiram fazer melhor que a equipa de Nuno nas primeiras sete jornadas. 

Na defesa, o principal trunfo de Nuno tem sido Otamendi. O antigo central do FC Porto é um dos poucos totalistas do plantel. É uma peça essencial para que o Valência tenha sofrido apenas quatro golos em sete jogos e em termos ofensivos leva já um golo no registo. Ruben Vezo também tem tido oportunidade de ajudar a equipa (360 minutos em quatro jogos) e João Cancelo já fez 90 minutos de competição.

Estatísticas de passe de Dani Parejo 
Fonte: La Liga
No miolo do terreno, além da espectacularidade de André Gomes, é Dani Parejo quem tem alimentado o jogo do Valência. O centro-campista formado na cantera do Real Madrid é o jogador que mais passes faz na equipa, com uma taxa de sucesso superior a 80%. E não se fica apenas pela regularidade na tarefa de pautar o jogo da equipa. Leva já dois golos na Liga. Tantos quanto André Gomes.

O jovem português também tem impressionado a crítica. Muito por causa de jogadas como esta frente ao campeão em título Atlético de Madrid... 



Na frente de ataque, apesar de Nuno contar com muito poder de fogo (Rodrigo, Piatti e Negredo), o grande trunfo tem sido  Paco Alcácer. O ponta-de-lança marcou 4 dos 17 golos do Valência e tem uma boa taxa de precisão no remate. Quase metade das tentativas são levam a direcção da baliza. Já o antigo avançado do Benfica, apesar de ter participado em cinco partidas, faz muitos menos remates e tem uma menor percentagem de eficácia. 

Números de Paco Alcácer
Fonte: La Liga
Números de Rodrigo
Fonte: La Liga

Com todos estes trunfos até onde poderá chegar o Valência de Nuno Espírito Santo?






Share on Google Plus

0 comentários:

Com tecnologia do Blogger.