O que é feito de Azar Karadas?

Aí vão nove campeonatos em que o Benfica não consegue vencer na primeira jornada. A última vitória dos encarnados na ronda inaugural aconteceu em 2004, com um triunfo difícil por 3-2 no terreno do Beira-Mar. O obreiro desse resultado foi Azar Karadas, que bisou no encontro.

Apesar de se ter iniciado com o pé direito na Liga Portuguesa, Karadas não ficou muito tempo em Portugal. As promessas de que os encarnados teriam encontrado um goleador nunca passaram disso mesmo, de promessas. Além dos golos ao Beira-Mar, o internacional norueguês que veio do Rosenborg para a Luz, só conseguiria marcar mais dois golos no resto do campeonato. 

No entanto, a contabilidade modesta não impediu que Karadas se sagrasse campeão pelo Benfica. E o avançado de 1,89 metros revelou-se útil em várias partidas para Giovanni Trapattoni na tarefa de desgaste dos defesas adversários. Um dos exemplos aconteceu no jogo do título, em que o Benfica aguentou um empate a uma bola no Dragão.

Mas no final da época seria dispensado, com o Benfica a emprestar o ponta de lança ao Portsmouth. Na Liga Inglesa, e com Harry Rednkapp como treinador, Karadas começou a ser mais polivalente. Já que o norueguês não conseguia impor o seu físico para marcar golos, o treinador inglês resolveu adaptar o atleta a defesa central para compensar algumas baixas do plantel. No ano que passou em Inglaterra, Karadas marcou apenas um golo. Mas foi, provavelmente, o golo mais importante da época para o Portsmouth. O tento valeu um empate a uma bola e a permanência da equipa na Premier League.

Após a passagem por Inglaterra, Karadas ruma ao futebol alemão emprestado ao Kaiserslautern. Após essa temporada é vendido pelo Benfica aos noruegueses do Brann e, depois disso, passou ainda pelo futebol turco para representar o Kasimpasa. Actualmente, Karadas tenta demolir adversários na liga norueguesa, ao serviço do Sogndal.
Share on Google Plus

1 comentário:

  1. Lembro-me do rapaz no Benfas. Forte fisicamente, possante no jogo aéreo, mas fraco de pés. Só veio para o SLB por naquela altura (e hoje) tudo o que mexia ou fazia um bom jogo contra o SLB estava logo contratado.

    Mas acho que o rapaz era inicialmente (no inicio da carreira) Central.

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.