O que é feito de Vata?

O Benfica venceu hoje na Luz o Vitória de Setúbal. E esse é o motivo ideal para recordar Vata,  antigo avançado dos encarnados. O angolano brilhou de águia ao peito entre 1988 e 1991 e o único hat-trick que conseguiu pelo Benfica foi num encontro contra os sadinos, que terminaria com uma vitória caseira da equipa da Luz por 5-1 em Dezembro de 1989.

Vata é um dos jogadores que fizeram história no Benfica. No ano de estreia pelas papoilas saltitantes sagrou-se mesmo como melhor marcador da Liga Portuguesa, com 16 golos. E na época seguinte deu uma final da Taça dos Campeões Europeus aos encarnados com um golpe de mão no segundo jogo da meia-final contra o Marselha. Mas a terceira temporada ao serviço dos encarnados foi de ocaso. O angolano não conseguiu bater a concorrência de Rui Águas, Isaías e Mats Magnusson. Disputou apenas 11 jogos na Liga, tendo marcado três golos. No total, Vata ganhou dois campeonatos com o Benfica e ao longo da sua carreira na Primeira Liga fez 48 golos.

A estrela angolana foi descoberta pelo Águeda, que em 1983 o contratou ao Progresso de Sambizanga. Além do clube da região centro, Vata representou ainda o Varzim antes de chegar à Luz. Após a saída do Benfica, o ponta-de-lança actuou no Estrela da Amadora e no Torreense. Teve ainda passagens pelo campeonato de Malta, ao serviço do Floriana, e acabaria a carreira nos polacos do Gelora Dewata em 1999.

Penduradas as chuteiras, tentou a carreira como treinador na Polónia, mas sem grande sucesso. Actualmente, aos 51 anos, Vata Matanu Garcia é treinador adjunto da equipa angolana do Santos FC.

O golo mais famoso da carreira de Vata

Siga-nos no Facebook

Share on Google Plus
Com tecnologia do Blogger.