O que é feito de Makukula?

Ariza Makukula não deixou grandes registos ao serviço do Benfica. Mas num jogo a contar para a Taça de Portugal contra o Moreirense deixou um ar da sua graça, ao marcar o golo da tranquilidade dos encarnados na vitória por 2-0 nos quartos-de-final na época 2007/2008. Actualmente com 31 anos, o ponta-de-lança joga na segunda divisão turca.

O luso-congolês chegou à Luz com a cotação em alta. Os encarnados contrataram-no ao Marítimo a meio daquela temporada, após exibições consistentes do ponta-de-lança. Makukula marcou sete golos em 13 jogos pelo Marítimo e a eficácia valeu-lhe ainda a chamada à Selecção Nacional, onde marcou um golo decisivo frente ao Cazaquistão na caminhada para o Euro 2008. Isto depois de uma carreira regular nas camadas jovens da equipa das Quinas e de ver negado pela FIFA o seu pedido para representar a selecção do Congo.

E Makukula até aparentou começar com o pé direito na Luz. No segundo jogo ao serviço dos encarnados marcou o único golo na recepção ao Nuremberga para uma eliminatória da Liga Europa. Apesar disso, o ponta-de-lança não resistiu à concorrência de Oscar Cardozo, que chegara nessa época, e de Nuno Gomes.

Na época seguinte, a luta por um lugar nos encarnados tornou-se mais difícil com a chegada de Suazo. E o Benfica cedeu por empréstimo o jogador ao Bolton. No entanto, a aventura britânica não correu bem, com o ponta-de-lança a não conseguir facturar no campeonato.

Em 2009 foi para o futebol turco, onde continua até hoje. O seu primeiro ano na Turquia foi passado ao serviço do Kayserispor, ainda por empréstimo do Benfica. E viveu nessa época o momento mais alto da sua carreira, ao sagrar-se melhor marcador do campeonato turco, com 21 golos. Nas duas épocas seguintes, Makukula actuou pelo Manisaspor, que contratou o atleta por três milhões de euros. Mas a produção do ponta-de-lança caiu, com os golos a escassearem e a sua equipa acabou por descer de divisão na época passada.

No início desta temporada, Makukula assinou pelo Karsiyaka da II Divisão e prometeu marcar um mínimo de 15 golos. Na sua carreira, passou ainda pelo futebol espanhol (onde se destacou ao serviço do Salamanca na Liga Adelante e do Valladolid) e por França, onde actuou no Nantes.



Share on Google Plus

0 comentários:

Com tecnologia do Blogger.