Pequeno bombardeiro afunda Chievo

Miccoli voltou a atacar. O antigo avançado do Benfica fez jus à sua alcunha de pequeno bombardeiro e abateu o Chievo este fim-de-semana com três torpedos. Um deles mais parecia um míssil de longo alcance (ver vídeo). A prestação de Miccoli no encontro da sexta jornada permitiu ao Palermo carimbar a primeira vitória na Seria A e abandonar o lugar de lanterna vermelha.

Com 33 anos, Fabrizio continua com vontade de envergar a camisola dos sicilianos. Com o contrato a terminar no final da épcoa, o antigo internacional disse que ainda não lhe foi apresentada uma proposta de renovação e que se lhe perguntassem se queria continuar no clube responderia que sim.

Nas duas épocas que passou na Luz, entre 2005 e 2007 por empréstimo da Juventus, o pequeno bombardeiro marcou 19 golos e tornou-se num dos maiores ídolos dos adeptos. Isto apesar de ter sido frequentemente assolado por lesões. Antes da passagem pelo futebol português, Miccoli actuou no Casarano, Ternano, Perugia e Juventus. Jogou ainda na Fiorentina por empréstimo. Defende a camisola do Palermo desde 2007.

Miccoli representou por dez vezes a squadra azurra, tendo marcado dois golos. O número 10 e capitão do Palermo leva já 70 golos pelo clube. Fã de Maradona, será que este golo contra o Chievo foi uma espécie de homenagem a El Pibe?
 
 



Share on Google Plus

0 comentários:

Com tecnologia do Blogger.