O que é feito de Laszlo Boloni?


O Sporting atravessa tempos conturbados. E apesar de não estar na lista de candidatos a treinador dos leões, recordamos o último técnico campeão pelos leões: Laszlo Boloni. O romeno liderou a super-dupla composta por João Pinto e Jardel que deu o título aos de Alvalade em 2002. Foi ainda o responsável por lançar Cristiano Ronaldo na equipa principal. Agora o romeno tenta conquistar títulos no Qatar ao serviço do Al-Khor e mantém Rolão Preto, o seu adjunto em Alvalade, na equipa técnica.

Mas se o bloco de notas de Boloni lhe deu o título na primeira época no comando dos leões, na segunda temporada os apontamentos saíram trocados. O Sporting acabou a época de 2002/2003 atrás do Porto e dos eternos rivais do Benfica. Pior, fez menos 27 pontos que os Dragões. Boloni deixou de estar "très content" no comando dos leões e foi substituído por Fernando Santos. Rumou então a França, onde treinou o Rennes durante três temporadas e o Monaco por uma época. O melhor que conseguiu foi um quarto lugar em 2005. 

Após a experiência por terras gaulesas Boloni voltou a estar "très content", mas desta vez nas Arábias e na Bélgica. Entre 2007 e 2011 o romeno fazia épocas intercaladas nos Emirados Árabes Unidos e em Liège. No Médio Oriente foi o responsável pelo Al-Jazira e pelo Al-Wahda, clube com o qual venceu o campeonato em 2010. Um ano antes tinha conseguido vencer a Liga Belga com o Standard de Liège, com um plantel que incluía Defour, Mangala, Witsel, Onyewu e o lateral português Valdir.

Terminado o período belga-árabe, Boloni regressou no início de 2011 ao futebol francês para assumir a tarefa de evitar a despromoção do Lens. Pegou no clube em penúltimo lugar mas o seu bloco de notas não foi suficiente para impedir a relegação para a segunda liga francesa. O desaire acabaria por levar à saída do romeno, que rumou à Grécia para orientar o PAOK de Vieirinha, onde conseguiu o terceiro lugar no campeonato.

O bloco de notas de Boloni como treinador teve os primeiros rabiscos em 1994, no Nancy. Actualmente os apontamentos do treinador romeno precisam de algumas correcções já que à terceira jornada o Al-Khor ocupa o quinto lugar na liga qatari, a quatro pontos dos líderes da competição.

Share on Google Plus

0 comentários:

Com tecnologia do Blogger.