O que é feito de Binya?

As canelas e os joelhos dos jogadores da Liga Portuguesa estão mais seguros do que quando Binya espalhava futebol como o aço nos relvados nacionais. Já na Turquia, antes de se defrontar o Gaziantepspor, todos os cuidados são poucos na hora de escolher as caneleiras. Binya alinha por este clube turco desde 2011, depois de três temporadas nos suíços do Neuchatel Xamax, primeiro por empréstimo e depois a título definitivo.

Chegou ao Benfica em 2007, vindo dos argelinos do MC Oran e recebeu a confiança de Jose Antonio Camacho, que impediu que seguisse por empréstimo para o Estrela da Amadora. A passagem na Luz ficou marcado por uma severa suspensão por parte da UEFA depois de uma entrada binyesca sobre o médio do Celtic, Scott Brown. O escocês deve estar agora mais tranquilo nos jogos contra o Benfica para a Liga dos Campeões. Alegou, na altura, que Binya lhe tentou partir a perna. Além do futebol rijo, o camaronês destaca-se ainda por super-lançamentos de linha lateral.

O futebol musculado e duro de Binya também não deve deixar muitas saudades nos treinos do Benfica, principalmente em Pablo Aimar (ver vídeo). O trinco conta com 18 internacionalizações pelos Camarões e fez parte da equipa vice-campeã da Taça Africana das Nações em 2008.





Share on Google Plus

0 comentários:

Com tecnologia do Blogger.